As principais tatuagens de presidiários brasileiros e seus significados

As tatuagens, muito populares nos presídios, servem também como uma comunicação cifrada entre os detentos brasileiros. É praticamente um “cartão de visitas”, ou mesmo um “Curriculum Vitae”, sem que a pessoa tenha que dizer qualquer coisa. Essas mensagens podem revelar uma vida inteira de delitos.


É muito importante entender esses significados, pois eles podem auxiliar uma investigação criminal, e até antecipar uma ação criminosa.


1) Saci

O termo “sacizeiro” é uma gíria comum entre usuários de crack, pois remete ao cachimbo utilizado pelo saci. No caso de um criminoso ligado ao tráfico, a tatuagem indica que a pessoa trabalha no preparo e controle de qualidade das drogas ou é responsável pela distribuição.


2) Pontos

Normalmente tatuados na mão ou no rosto do detento, os pontos são uma espécie de classificação do criminoso. Um único ponto representa um ladrão ainda no estágio inicial da bandidagem.

· Dois pontos significam que aquele é um estuprador.

· Três pontos indicam que se trata possivelmente de uma pessoa viciada em drogas.

· Quatro é a marca de alguém que atua no tráfico.

· Cinco pontos tatuados nas costas da mão é o sinal de que aquele criminoso é um homicida e que está no alto escalão na hierarquia do crime.


3) O diabo

A figura do diabo está ligada ao pecado, ao caos, ao vício e ao pior do comportamento humano. Essa é a tatuagem favorita dos matadores de aluguel, bandidos perigosos e daqueles que tem prazer em tirar a vida de outras pessoas.


4) Arco e flecha

É muito comum encontrar presidiários com a tatuagem de um arco e flecha. Os criminosos desenham esse símbolo para se proteger de prisões e emboscadas, O objetivo é o de ter o “corpo fechado”, pois o arco e flecha é o símbolo de Oxóssi, e seu nome significa algo como “guardião popular”. Alguns presos também tatuam as figuras de São Jorge e do Arcanjo Miguel, também símbolos de proteção contra a investida de inimigos.


5) O Mago (ou bruxo)

Essa tatuagem representa força, proteção, sabedoria e magia. Detentos com histórico de assaltos a ônibus e estabelecimentos comerciais têm um bruxo tatuado no corpo. Alguns são especialistas em armas e explosivos, e seus alvos preferidos são lojas com cofres e caixas eletrônicos, por se considerarem os “magos do crime”.




6) Símbolos específicos de facções criminosas

O desenho de um escorpião foi o primeiro a ser utilizado para identificar membros do Primeiro Comando da Capital (PCC), conhecida facção criminosa do estado de São Paulo. O mesmo acontece com a imagem do yin-yang, pois representa o equilíbrio entre o bem e o mal. O número 1533 também é bastante utilizado, pois é uma referência à 15ª letra do alfabeto (P) e à terceira (C).


7) A cruz e o crânio

O bandido que tatua nas costas uma cruz com um crânio no meio é alguém considerado extremamente leal a seus colegas de cela, ou seja, em algum momento essa pessoa esteve na prisão e soube guardar segredos, tornando-se alguém em que outros detentos puderam confiar.


8) Duendes

Os criminosos que tatuam um duende no corpo têm histórico de serem baderneiros, e geralmente estão associados ao uso e tráfico de drogas. A tatuagem também sugere que faziam um trabalho meticuloso de refino e teste de qualidade das drogas.

9) Coração transfixado

Ter um coração cortado por uma flecha, e/ou a inscrição “Amor só de mãe” como tatuagem pode significar uma vida de servidão sexual na cadeia. Estupradores costumam ser “marcados” com essas imagens, para serem facilmente reconhecidos pelos demais detentos, e se tornarem alvos para abusos sexuais.


10) Jesus Cristo crucificado

Normalmente, a tatuagem de Jesus pode identificar um homicida. O desenho às vezes é substituído apenas por suas iniciais (JC). Seu significado varia de acordo coma a parte do corpo em que estiver localizada. Nos braços, pernas e peito, indica latrocínio (roubo seguido de morte) se estiver localizada nas costas, pode ser um pedido de proteção do criminoso.


11) Palhaços

Criminosos com essa tatuagem normalmente têm envolvimento com a morte de amigos e policiais. Quando o desenho tem lágrimas pretas, significa que seus amigos foram mortos por criminosos rivais, e lágrimas vermelhas, indicam que foram mortos pela polícia. Quando o desenho estiver acompanhado de caveiras é quase certo que se trata de um assassino de policiais, e a quantidade de caveiras indica quantos policiais ele já matou.


12) Pênis

Também feita contra a própria vontade do prisioneiro, esse é o estigma que acompanha os criminosos presos por estupro. Estupradores costumam ter um pênis desenhado nas costas ou em algum outro lugar bem visível. Ter esse desenho no corpo significa que aquela pessoa será uma escrava sexual pelos anos que passar na cadeia, e que será sistematicamente violentada pelos outros detentos.


13 Arame farpado

Outra tatuagem punitiva, também feita à força, a imagem indica que aquele preso é dedo-duro, o popular “X-9”. Ter uma tatuagem desse tipo revela que a pessoa é traiçoeira, capaz de fazer qualquer tipo de negociação para sair de trás das grades. Muito comum em assaltantes, a tatuagem de um arame farpado (na maioria das vezes encontrada em um dos braços) também pode significar que aquela pessoa já esteve presa por muito tempo. Uma variação do arame farpado é a tatuagem de uma serpente, também comum em criminosos traíras.


14) Aranha

Ter uma aranha tatuada no corpo significa que aquele é um bandido que age em grupo. E mais: assim como a aranha, um predador que pacientemente prende e depois mata suas presas, o criminoso que ostenta essa figura costuma ser perigoso. Se a tatuagem mostrar uma aranha subindo pela teia, significa que o indivíduo está em ascensão na “carreira”. E quanto maior for a quantidade de aranhas ou de teias estampadas no corpo maior é a posição que o criminoso ocupa no grupo, tal como contador, conselheiro ou até mesmo líder.


15) Taz (diabo da Tasmânia)

O personagem popular do popular desenho animado Taz é a melhor representação dos criminosos indiciados por furto e roubo, e que agem em grupo. Como o personagem, que se locomove num redemoinho, há muitos registros de criminosos com essa tatuagem que participam de arrastões e roubos em bando.


16) Polvo

Um dos animais mais inteligentes do mar, o polvo é sempre associado à sua capacidade de escapar dos predadores. Normalmente bandidos hábeis em escapar ostentam esse desenho, e demonstram características como a camuflagem e a habilidade para contra-atacar seus inimigos. Sorrateiro, o polvo quando perseguido libera uma tinta escura para fugir e ainda é capaz de alterar a textura da própria pele para confundir e depois atacar suas vítimas.



Matéria baseada na pesquisa de Diego Meneghetti

8,877 visualizações

CANAL DE PERÍCIA

MÍDIA - EDUCAÇÃO - COMUNIDADE 

Por meio deste portal, o Canal de Perícia disponibiliza informações completas sobre perícia e investigação forense, 24 por dia. Resumos de pesquisas, atualidades, breaking news, concursos, legislação e muito mais, podem ser encontrados a todo instante nas mídias sociais. 

Menu

Cursos

Outros

2011-2020 © Canal de Perícia Todos os direitos reservados.

  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
  • Facebook Social Icon

Avenida Brigadeiro Faria Lima, 1461 - Jardim Paulistano 
São Paulo - CEP 01452-002