Brasileiros também podem doar seus corpos.

Recentemente nós apresentamos uma matéria sobre as fazendas de corpos. Que são laboratórios ao ar livre para o estudo, entre outras coisas, da decomposição do corpo humano. Ao final, nós questionamos se vocês estavam ou não dispostos a doarem seus próprios corpos para ciência. Bem, surpreendentemente, muitos, não sei se a maioria, disseram que sim. E alguns, inclusive, nos questionaram se isso era possível. Então, para explicar isso melhor, nós encontramos uma pessoa que doou o próprio corpo. Eu vou contar como foi. Leia até o final e entenda.



O doador se chama José Maria da Silva, mineiro de Belo Horizonte, que foi caminhoneiro e se aposentou como motorista de taxi, depois de treze anos de trabalho. Ele contou que a ideia de doar o próprio corpo surgiu depois de uma conversa que teve com um médico patologista que pegou seu taxi. Cerca de 20 anos atrás. José Maria contou que durante o percurso o médico fez um desabafo que o sensibilizou. Disse que a falta de cadáveres frescos, ainda não trabalhados por turmas anteriores na universidade, estava dificultando sobremaneira que os novos alunos tivessem um ensino de qualidade e se tornassem médicos verdadeiramente capacitados.


José Maria conta que ficou com aquilo na cabeça muitos meses até que então, convicto de sua decisão, procurou a Universidade Federal de Minas Gerais e depois de algum tempo, formalizou seu interesse em doar o próprio corpo.

A possibilidade da doação encontra-se normatizada no Código Civil Brasileiro. E inclusive menores de 18 anos, com a autorização dos pais é claro, podem optar pela doação.

A instituição que recebe o corpo, o faz logo depois do velório. E existem corpos, por incrível que pareça, que permanecem sendo estudados por mais de 50 anos! É como se o cadáver tivesse uma nova vida.


Uma última coisa: no Brasil, da mesma forma que é feito com a doação de órgãos, a família do doador precisa confirmar a doação logo depois de sua morte. Caso opte por não confirmar, a doação não acontece e a vontade do doador não é satisfeita. Bem, alguém continua interessado em doar o próprio corpo?


Eu espero que você tenha gostado desse artigo e, se gostou, deixe um like e compartilhe com seus amigos! Se for sua primeira vez aqui, não deixe de se inscrever no CDP! Aqui, você encontra conteúdo forense relevante todos os dias!


91 visualizações

CANAL DE PERÍCIA

MÍDIA - EDUCAÇÃO - COMUNIDADE 

Por meio deste portal, o Canal de Perícia disponibiliza informações completas sobre perícia e investigação forense, 24 por dia. Resumos de pesquisas, atualidades, breaking news, concursos, legislação e muito mais, podem ser encontrados a todo instante nas mídias sociais. 

Menu

Cursos

Outros

2011-2020 © Canal de Perícia Todos os direitos reservados.

  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
  • Facebook Social Icon

Avenida Brigadeiro Faria Lima, 1461 - Jardim Paulistano 
São Paulo - CEP 01452-002